Nesta parte estarão incluídos os livros e/ou periódicos a serem lançados.

Lançamentos já confirmados:

img20211014_00100175.jpg

TÍTULO: Práticas integrativas e complementares nos serviços públicos de saúde: um sonho, uma ideia, uma realidade.

ORGANIZADORA: Berenice Ferreira

APRESENTADORA: Berenice Ferreira Ramos (UFCG)

FORMAS DE ADQUIRIR O LIVRO: com a organizadora <berenice.ferreira@ufcg.edu.br>; Editora Appris, Amazon.com; magazineluiza.com.

SINOPSE: São os obstáculos, os sonhos, as ideias e a realidade sobre as PICS que estão presentes neste livro, contadas por pessoas que lidam com estas práticas de diversas maneiras, mas com um único objetivo: que mais pessoas sejam favorecidas com seus benefícios. O maior benefício das PICS é a recuperação do estado de saúde, e saúde, de acordo com a sabedoria popular, é tudo.

a_dengue_no_brasil.jpg

TÍTULO: A dengue no Brasil: uma perspectiva geográfica.

ORGANIZADOR: Francisco Mendonça (UFPR; UERJ)

APRESENTADOR: Francisco Mendonça

FORMAS DE ADQUIRIR O LIVRO: Editora CRV

SINOPSE: Abordagem socioambiental da ocorrência de dengue em 10 capitais brasileiras. A abordagem evidencia os registros de casos e as interações da doença com as condições climáticas, com a urbanização e com o modo de vida das populações. O trabalho é ilustrado com mapeamento detalhado dos fatores naturais e sociais que influenciam a ecologia do vetor da dengue.

TEORIA_E_METODO_GEOSAUDE_2019.webp

TÍTULO: Geografia e Saúde: teoria e método na atualidade.

ORGANIZADORAS: Helen Gurgel e Nayara Belle (UNB)

APRESENTADORA: Helen Gurgel

FORMAS DE ADQUIRIR O LIVRO: E-book gratuito | Disponível em: https://repositorio.unb.br/handle/10482/35935

SINOPSE: O e-book é fruto do Seminário Internacional Geografia & Saúde: Teoria e Método na Atualidade realizado em Brasília em 2018. Os textos que compõe a publicação são produtos das palestras ministradas durante o evento e procuram ilustrar de diversas maneiras a diversidade de análises sobre as inter-relações entre o ambiente e a saúde, baseadas essencialmente sobre o papel das relações espaço-temporais e também na mobilização de ferramentas e métodos geográficos para um olhar inovador do conhecimento a ser integrado nas abordagens científicas na temática da Geografia e Saúde.

REVISTA_GEOCONEXOES_ONLINE.jpg

TÍTULO: Revista Geoconexões online

ORGANIZADORES: GIDS/PRÓ-SAÚDE GEO (UFCG)

APRESENTADOR: Xisto Serafim de Santana de Souza Júnior

SINOPSE: A Revista GEOCONEXÕES ONLINE é uma revista com arbitragem científica, empenhada em manter os mais elevados padrões de ética e de boas práticas de publicação. Sendo assim, a Revista se dedica em tomar as medidas para validar essa declaração e também orienta os seus editores, pareceristas (membros do Conselho Científico e pareceristas ad hoc) e autores a pautarem o seu comportamento pelos Princípios de Transparência e Melhores Práticas em Publicações Científicas do Comitê de Ética de Publicações (COPE).

v1 - Adeir Archanjo da Mota.jpg

TÍTULO: Geografia e Saúde: conceitos, teorias e metodologias (vol. 1)

ORGANIZADORES: Cláudia Marques Roma; Alexandre Bergamin Vieira; Adeir Archanjo da Mota; Raul Borges Guimarães (UFGD)

APRESENTADOR: Adeir Archanjo da Mota

FORMA DE ACESSAR O PERIÓDICO:  https://doi.org/10.30612/9788581471693

SINOPSE: As crises nos fazem estremecer, consequentemente, reaprendemos a congregar esforços, resistir e persistir. Um dos compromissos primordiais da Geografia da Saúde no Brasil é contribuir para a consolidação do SUS, que se desdobram na diminuição das iniquidades em saúde, na redução das desigualdades sociais, na promoção da vida. Que estas leituras propiciem o explorar de novas fronteiras da práxis entre a Ciência Geográfica e as Ciências da Saúde na construção dias melhores. Nesse sentido o livro um desta coletânea, intitulado, apresenta a multidisciplinariedade atual presente nos debates que perpassam Geografia e Saúde. Expressa a incorporação de conceitos, teorias e metodologias que avançam nas análises espaciais das situações de saúde e na promoção de políticas públicas em “Geografia e Saúde: conceitos, teorias e metodologias” saúde no Brasil e América Latina, explorando novas fronteiras de pesquisa entre Geografia e Saúde.

V2 - Adeir Archanjo da Mota (2).jpg

TÍTULO: Fronteiras e saúde: experiências, vivências e possibilidades (vol.2)

ORGANIZADORES: Cláudia Marques Roma; Alexandre Bergamin Vieira; Adeir Archanjo da Mota (UFGD)

APRESENTADOR: Adeir Archanjo da Mota

FORMA DE ACESSAR O PERIÓDICO:  https://doi.org/10.30612/9788581471709

SINOPSE: Esta obra versa sobre os contextos geográficos em saúde por meio de debates teóricos, vivências e experiências de saúde na fronteira e sobre as fronteiras na saúde. Os textos desta obra perpassam por reflexões acerca das possibilidades de análise de políticas públicas e dos saberes tradicionais e suas práticas em saúde. Assim, propõem “observar a fronteira não apenas como um elemento, uma forma, mas como um processo histórico em movimento, de conflitos e de interações”, abrindo uma necessária reflexão sobre a natureza da fronteira. Este livro trata de saúde e fronteiras. Julga-se desnecessário lembrar aos leitores engajados na geografia da saúde os debates sobre a definição de saúde entre os focos dados respectivamente às doenças e ao bem-estar, que orientam desenhos diferentes de modelos de sistemas de saúde, porém entender melhor as naturezas das fronteiras pode ser útil..

v3 - Adeir Archanjo da Mota.jpg

TÍTULO: Contextos geográficos, saúde mental e violências: das pessoas ao território e do território às pessoas (vol.3)

ORGANIZADORES: Adeir Archanjo da Mota; Cláudia Marques Roma (UFGD)

APRESENTADOR: Adeir Archanjo da Mota

FORMA DE ACESSAR O PERIÓDICO:  https://doi.org/10.30612/9788581471716

SINOPSE: Um livro que demonstra que há em curso, no Brasil, um processo de amadurecimento da abordagem geográfica acerca de temas de grande relevância para a Saúde Pública. Muito mais do que reconhecer a importância da Geografia para a elaboração dos fundamentos teóricos e metodológicos da Saúde Coletiva, a presente obra reforça a crença de que se realiza, no Brasil, o caminho inverso, ou seja, um acúmulo de reflexões a partir das demandas postas pela realidade social à Saúde Coletiva e que exigem o desenvolvimento do pensamento geográfico. O ponto de partida e de chegada dos capítulos aqui reunidos não são os conceitos abstratos, mas os problemas reais que precisam ser mais bem compreendidos pela ciência geográfica.

CAPA DO LIVRO ANAP - Natália Cristina Alves.png

TÍTULO: Pessoas com Deficiência: uma abordagem Geográfica

ORGANIZADORES: Natália Cristina Alves; Leonice Seolin Dias; Dias Vitor Ribeiro Filho.

APRESENTADOR: Carol Russo Simon

SINOPSE: O e-book intitulado “Pessoas com Deficiência: uma abordagem Geográfica” coloca em evidência os estudos sobre deficiência numa perspectiva geográfica, urbanística e dos direitos das pessoas com deficiência ao acesso às atividades cotidianas do espaço urbano. A relevância social e científica do tema se destaca à medida que o universo das pessoas com deficiência, de acordo com o Censo do IBGE 2010, representava 23,91% do total da população brasileira com pelo menos uma das deficiências investigadas e uma grande diversidade em suas categorias de análises. Desta forma, acreditamos que os capítulos apresentados nesta coletânea possam contribuir para a ciência geográfica e outras áreas afins, bem como fomentar outras discussões e questões sobre a temática.